Letras / letra V / Virgem Suta / Anjo em Descenção

Anjo em Descenção
Virgem Suta

  • Autor: Nuno Figueiredo e Jorge Bemvinda
x
Alinhamento:
Corrigir letra

Eu não sou ninguém porque não sei falar
Em embrião me encontro só
Por ser ímpar
Por ser de uma cor extravagante
Por ter um andar deselegante
Eu não sou ninguém, ninguém
Deixai-me estar
Minha imagem nesse templo, não vai entrar
Não quero gente para me velar
Não deixem flores no meu altar
Será que ainda há alguém a arriscar
Sua mão por milagres
Alguém a seguir, em vão, as miragens
O inferno é uma invenção
E eu sou um anjo em descensão
Eu não sou ninguém porque estou a dormir
Sonhos em torrente aguardam explicação
Nem Freud, em suta, os ia perceber
Nem coca ou cola iriam convencer
Eu não sou ninguém
Ninguém, já desisti
O ar que consumo, tão raro, termina aqui
Eu cisne, torpe, afino a garganta
Já descem grifos sobre a minha manta
Será que ainda há alguém a arriscar
Sua mão por milagres
Alguém a seguir, em vão, as miragens
E eu sou um anjo em descensão
Três, dois, um... Ai! Colisão
Alinhamento:
Corrigir letra
x

Conte para seus amigos as músicas que você curte

FECHAR

Playlist atualizada com sucesso!

Os programas existentes nesta playlist não podem ser salvos.

Apagar Todas
Comunicar erro

Sua senha é secreta. Nenhum funcionário do UOL está autorizado a solicitá-la.

© 1996-2013 UOL - O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados. Hospedagem: UOL Host