Letras / letra M / Mocidade Alegre

  1. 1. Andar Com Fé Eu Vou... Que A Fé Não Costuma Falhar!!! - Obrigado meu deus Pela fé que me guia Em romaria, na procissão Acendo velas na caminhada E fecho os olhos em devoção Oh pai, conduz teus fiéis a buscar Na eternidade encontrar, a salvação Religiosamen
  2. 2. Andar Com Fé Eu Vou... Que a Fé Não Costuma Falhar!!! - Obrigado meu deus Pela fé que me guia Em romaria, na procissão Acendo velas na caminhada E fecho os olhos em devoção Oh pai, conduz teus fiéis a buscar Na eternidade encontrar, a salvação Religiosamen
  3. 3. Andar com fé eu vou que a fé não costuma falhar - Obrigado Meu Deus Pela fé que me guia Em romaria, na procissão Acendo velas na caminhada E fecho os olhos em devoção Oh pai, conduz teus fiéis a buscar Na eternidade encontrar, a salvação Religiosamen
  4. 4. G.r.c.e.s. Mocidade Alegre - Carnaval 1976 Enredo: Tributo De Uma Época - ABRIU-SE A CORTINA DA HISTÓRIA NESTA PÁGINA DE GLÓRIA MOCIDADE VEM APRESENTAR COM GALHARDIA E ALEGRIA ESTE BRAVO COLONIZADOR QUE OS VICENTINOS ENALTECEM E AGRADECEM COM SEUS VOTOS DE LOUVOR
  5. 5. G.r.c.e.s. Mocidade Alegre - Carnaval 1978 Enredo: Sonhando Nos Braços De Morfeu - EVOCO A LUA PARA LEVAR-ME AOS BRAÇOS DE MORFEU QUERO SONHAR E ME PERDER, NO MUNDO DA ILUSÃO E NA ENTRADA DO REINO QUERO EVOCAR PARA ME ACOMPANHAR DOMINÓS, PIERRÔS, E COLOMBINAS OH! QUE CEN
  6. 6. G.r.c.e.s. Mocidade Alegre - Carnaval 1983 Enredo: Ilusão Do Fantástico Eldorado - De repente Teu encanto se fez canto Teu mistério à magia Nos versos da poesia Oh! Doce ilusão Alucinação dourada Seduz meu coração E num cortejo Faiscante de riqueza És o fantástico sonho Nest
  7. 7. G.r.c.e.s. Mocidade Alegre - Carnaval 1986 Enredo: Apesar De Tudo, É Isso Aí - APESAR APESAR DE TUDO É ISSO AÍ NOSSA MOCIDADE ALEGRE VEM AÍ NEM BRANCO, NEM ÍNDIO NEM OURO, NEM PRATA JOGA NO PRETO QUE VAI DAR MULATA NA EXPOSIÇÃO DO FOLCLORE BRASILEIRO ONDE O NOSSO
  8. 8. G.r.c.e.s. Mocidade Alegre - Carnaval 1988 Enredo: O Cientista Poeta - Paulo Vanzolini - QUE MARAVILHA O CIENTISTA E POETA PAULO VANZOLINI NUM BERÇO DA POESIA A MOCIDADE HOJE TRAZ DERRAMANDO A SUA ARTE DEUS LHE PAGUE AS SUAS OBRAS NÃO ESQUECEREI JAMAIS FOI ASSIM QUE COMEÇOU NO B
  9. 9. G.r.c.e.s. Mocidade Alegre - Carnaval 1989 Enredo: Seiva Dia Vida - Thermas - DÓI, COMO DÓI, DÓI DEMAIS O DESAMOR THERMAS, A ENERGIA PRA LUTAR NO DIA A DIA LENITIVO PARA A DOR BRILHA COMO BRILHA A MOCIDADE NA VIDA DA GENTE QUE ATÉ NOS FAZ SONHAR EM VIVER ETERNAMENTE VE
  10. 10. G.r.c.e.s. Mocidade Alegre - Carnaval 1990 Enredo: A Nossa Pré-história. Quem Sou Eu? - TALVEZ EU SEJA DA MONGÓLIA DO ORIENTE VOU REVIVENDO UM PASSADO MILENAR POVOS MIGRANTES VINDOS DE VÁRIAS CORRENTES PROVAVELMENTE REMANDO AO ALÉM MAR EM SUA FAUNA EXISTEM BELOS ANIMAIS TEM A DANÇA
  11. 11. Hino Mocidade Alegre - ooô ooô Abram alas que a Mocidade chegou! ooô ooô Abram alas que a Mocidade chegou! Por ti darei a minha vida escola querida Sempre honrarei as cores do teu pavilhão Ah! já foram tantos carnavais Ah!
  12. 12. Mocidade Alegre - O rufar do tambor vai ecoar Tenho sangue guerreiro, sou Mocidade! A luz de Ifá vai me guiar Ojuobá espalha axé, felicidade! Kaô kabecile Kaô, meu Pai Xangô! Ouça o clamor de Ojuobá É fogo! É trovão!
  13. 13. Samba-Enredo 1980 - "Embaixada De Sonho E Bamba" Ô Ô Ô Ô IÊRERERERERÊ CANTA, MEU POVO, CANTA PARA ALAYIÊ. O ARAUTO ANUNCIOU ABRE AS PORTAS DO PALÁCIO QUE A EMBAIXADA CHEGOU HOJE É FESTA EM PERNAMBUCO PARA O
  14. 14. Samba-enredo 1981 - "Visungo, canto de riqueza" Alvorada De um tempo novo De um novo dia Com seu mistério a natureza Uma nova vida principia E nos sertões os desbravadores Com gente de todas as paragens No céu nuvens
  15. 15. Samba-Enredo 1991 - Podem falar o que quiser Não, de nada vai adiantar A arte de criar já é uma tradição E o samba também mora no limão Povo é povo e vale ouro Para o bem dessa nação Vale mais ter "um" no bolso Do que "
  16. 16. Samba-Enredo 1996 - "Uma História De Luxúria E Vaidade" HOJE VOU ENFEITAR O PAVÃO QUERIDA, BONITA, CHEIROSA EU SOU A TAL MOCIDADE, ALEGRIA, CARNAVAL FOI ASSIM QUE TUDO COMEÇOU DEUS CRIOU A HUMANIDADE A LUXÚRIA E
  17. 17. Samba-Enredo 1999 - MAREOU, MAREOU, IAIÁ O VENTO SOPROU NO ALÉM-MAR CARAVELAS PORTUGUESAS EM PORTO SEGURO VIERAM ANCORAR O ÍNDIO E A BELEZA DO LUGAR FASCÍNIO PARA OS OLHOS PORTUGUESES PRESENTES, TROCAS E QUINQUILHARIAS U
  18. 18. Samba-Enredo 2000 - HISTÓRIA BRASILIAE, CULTURA, HÁBITOS E COSTUMES DE UMA HOLANDA TROPICAL O vira-vira virou ( Virou, virou ) Olha a Mocidade aí Na virada do milênio vem sacudir Hoje pra deleite nacional Vem tecer um
  19. 19. Samba-Enredo 2001 - Samba-enredo - "A lenda da lenda: do Fascínio de Ophir ao Mistério das Encantadas" A Mocidade é mistério e magia É sonho e fantasia que esplendor Encanto e fascinação Pro seu coração... vem amor!
  20. 20. Samba-Enredo 2003 - ENREDO: "Omi" O Berço da Civilização Iorubá Água, Mocidade dá um banho de fé É paixão, é cultura, é axé Essa fonte de vida Gotas de amor, essência da criação A missão de criar, recebe Oxalá, então
  21. 21. Samba-Enredo 2004 - Enredo: "Do Além-Mar à Terra da Garoa, Salve esta Gente Boa" Sou desse chão Onde o mundo fez Morada para se refugiar Milhões de sonhos cruzaram o oceano No afã de encontrar Uma terra cheia de encan
  22. 22. Samba-Enredo 2005 - Samba Enredo 2005 "Clara, Claridade... Um Canto de Luz no Ylê da Mocidade" Intérprete Oficial: Daniel Collête Vestida de luz Lá vem a minha Mocidade Clareia... Abrem-se as portas do Òrun E no
  23. 23. Samba-Enredo 2006 - Das Lágrimas de Iaty surge o Rio, do Imaginário Indígena a Saga de Opara,Para os Olhos do Mundo um Símbolo de Integração Nacional: Rio São Francisco" Um grande rio as formou Pelas lágrimas de Iaty N
  24. 24. Samba-Enredo 2007 - Sou o riso dessa gente Faço a vida mais contente Tão inocente na criança a sonhar Um mundo de magia conquistar Batam palmas... No circo o show vai começar Trago a alegria em seu olhar Abram alas que o
  25. 25. Samba-Enredo 2008 - "Bem-vindo a São Paulo, sabe por quê? Porque São Paulo é tudo de bom!!!" Seja bem-vindo amor A Sampa, linda Terra da Garoa Terra futurista que o poeta vislumbrou Com sua ousadia e inovação Gigante qu
  26. 26. Samba-Enredo 2009 - Chegou Mocidade o grande dia Avante nossa família Que traz a chama da razão E faz brilhar nesta avenida A luz que ilumina cada ser É a fonte do saber Na religião, mistério e segredo... Unificação O Re
  27. 27. Samba-Enredo 2010 - (Refrão) Sou a luz do criador... Espelho! Aos olhos de quem me criou Sou mocidade amor... Bato no peito O sonho se eternizou Vai Morada Chegou a hora de ser feliz Refletindo na avenida A minha alma,

Conte para seus amigos as músicas que você curte

FECHAR

Playlist atualizada com sucesso!

Os programas existentes nesta playlist não podem ser salvos.

Apagar Todas
Comunicar erro

Sua senha é secreta. Nenhum funcionário do UOL está autorizado a solicitá-la.

© 1996-2013 UOL - O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados. Hospedagem: UOL Host