Letras / letra M / Mocidade Alegre

  1. 1. Andar Com Fé Eu Vou... Que A Fé Não Costuma Falhar!!! - Obrigado meu deus Pela fé que me guia Em romaria, na procissão Acendo velas na caminhada E fecho os olhos em devoção Oh pai, conduz teus fiéis a buscar Na eternidade encontrar, a salvação Religiosamen
  2. 2. Andar Com Fé Eu Vou... Que a Fé Não Costuma Falhar!!! - Obrigado meu deus Pela fé que me guia Em romaria, na procissão Acendo velas na caminhada E fecho os olhos em devoção Oh pai, conduz teus fiéis a buscar Na eternidade encontrar, a salvação Religiosamen
  3. 3. Andar com fé eu vou que a fé não costuma falhar - Obrigado Meu Deus Pela fé que me guia Em romaria, na procissão Acendo velas na caminhada E fecho os olhos em devoção Oh pai, conduz teus fiéis a buscar Na eternidade encontrar, a salvação Religiosamen
  4. 4. G.r.c.e.s. Mocidade Alegre - Carnaval 1976 Enredo: Tributo De Uma Época - ABRIU-SE A CORTINA DA HISTÓRIA NESTA PÁGINA DE GLÓRIA MOCIDADE VEM APRESENTAR COM GALHARDIA E ALEGRIA ESTE BRAVO COLONIZADOR QUE OS VICENTINOS ENALTECEM E AGRADECEM COM SEUS VOTOS DE LOUVOR
  5. 5. G.r.c.e.s. Mocidade Alegre - Carnaval 1978 Enredo: Sonhando Nos Braços De Morfeu - EVOCO A LUA PARA LEVAR-ME AOS BRAÇOS DE MORFEU QUERO SONHAR E ME PERDER, NO MUNDO DA ILUSÃO E NA ENTRADA DO REINO QUERO EVOCAR PARA ME ACOMPANHAR DOMINÓS, PIERRÔS, E COLOMBINAS OH! QUE CEN
  6. 6. G.r.c.e.s. Mocidade Alegre - Carnaval 1983 Enredo: Ilusão Do Fantástico Eldorado - De repente Teu encanto se fez canto Teu mistério à magia Nos versos da poesia Oh! Doce ilusão Alucinação dourada Seduz meu coração E num cortejo Faiscante de riqueza És o fantástico sonho Nest
  7. 7. G.r.c.e.s. Mocidade Alegre - Carnaval 1986 Enredo: Apesar De Tudo, É Isso Aí - APESAR APESAR DE TUDO É ISSO AÍ NOSSA MOCIDADE ALEGRE VEM AÍ NEM BRANCO, NEM ÍNDIO NEM OURO, NEM PRATA JOGA NO PRETO QUE VAI DAR MULATA NA EXPOSIÇÃO DO FOLCLORE BRASILEIRO ONDE O NOSSO
  8. 8. G.r.c.e.s. Mocidade Alegre - Carnaval 1988 Enredo: O Cientista Poeta - Paulo Vanzolini - QUE MARAVILHA O CIENTISTA E POETA PAULO VANZOLINI NUM BERÇO DA POESIA A MOCIDADE HOJE TRAZ DERRAMANDO A SUA ARTE DEUS LHE PAGUE AS SUAS OBRAS NÃO ESQUECEREI JAMAIS FOI ASSIM QUE COMEÇOU NO B
  9. 9. G.r.c.e.s. Mocidade Alegre - Carnaval 1989 Enredo: Seiva Dia Vida - Thermas - DÓI, COMO DÓI, DÓI DEMAIS O DESAMOR THERMAS, A ENERGIA PRA LUTAR NO DIA A DIA LENITIVO PARA A DOR BRILHA COMO BRILHA A MOCIDADE NA VIDA DA GENTE QUE ATÉ NOS FAZ SONHAR EM VIVER ETERNAMENTE VE
  10. 10. G.r.c.e.s. Mocidade Alegre - Carnaval 1990 Enredo: A Nossa Pré-história. Quem Sou Eu? - TALVEZ EU SEJA DA MONGÓLIA DO ORIENTE VOU REVIVENDO UM PASSADO MILENAR POVOS MIGRANTES VINDOS DE VÁRIAS CORRENTES PROVAVELMENTE REMANDO AO ALÉM MAR EM SUA FAUNA EXISTEM BELOS ANIMAIS TEM A DANÇA
  11. 11. Hino Mocidade Alegre - ooô ooô Abram alas que a Mocidade chegou! ooô ooô Abram alas que a Mocidade chegou! Por ti darei a minha vida escola querida Sempre honrarei as cores do teu pavilhão Ah! já foram tantos carnavais Ah!
  12. 12. Mocidade Alegre - O rufar do tambor vai ecoar Tenho sangue guerreiro, sou Mocidade! A luz de Ifá vai me guiar Ojuobá espalha axé, felicidade! Kaô kabecile Kaô, meu Pai Xangô! Ouça o clamor de Ojuobá É fogo! É trovão!
  13. 13. Samba-Enredo 1980 - "Embaixada De Sonho E Bamba" Ô Ô Ô Ô IÊRERERERERÊ CANTA, MEU POVO, CANTA PARA ALAYIÊ. O ARAUTO ANUNCIOU ABRE AS PORTAS DO PALÁCIO QUE A EMBAIXADA CHEGOU HOJE É FESTA EM PERNAMBUCO PARA O
  14. 14. Samba-enredo 1981 - "Visungo, canto de riqueza" Alvorada De um tempo novo De um novo dia Com seu mistério a natureza Uma nova vida principia E nos sertões os desbravadores Com gente de todas as paragens No céu nuvens
  15. 15. Samba-Enredo 1991 - Podem falar o que quiser Não, de nada vai adiantar A arte de criar já é uma tradição E o samba também mora no limão Povo é povo e vale ouro Para o bem dessa nação Vale mais ter "um" no bolso Do que "
  16. 16. Samba-Enredo 1996 - "Uma História De Luxúria E Vaidade" HOJE VOU ENFEITAR O PAVÃO QUERIDA, BONITA, CHEIROSA EU SOU A TAL MOCIDADE, ALEGRIA, CARNAVAL FOI ASSIM QUE TUDO COMEÇOU DEUS CRIOU A HUMANIDADE A LUXÚRIA E
  17. 17. Samba-Enredo 1999 - MAREOU, MAREOU, IAIÁ O VENTO SOPROU NO ALÉM-MAR CARAVELAS PORTUGUESAS EM PORTO SEGURO VIERAM ANCORAR O ÍNDIO E A BELEZA DO LUGAR FASCÍNIO PARA OS OLHOS PORTUGUESES PRESENTES, TROCAS E QUINQUILHARIAS U
  18. 18. Samba-Enredo 2000 - HISTÓRIA BRASILIAE, CULTURA, HÁBITOS E COSTUMES DE UMA HOLANDA TROPICAL O vira-vira virou ( Virou, virou ) Olha a Mocidade aí Na virada do milênio vem sacudir Hoje pra deleite nacional Vem tecer um
  19. 19. Samba-Enredo 2001 - Samba-enredo - "A lenda da lenda: do Fascínio de Ophir ao Mistério das Encantadas" A Mocidade é mistério e magia É sonho e fantasia que esplendor Encanto e fascinação Pro seu coração... vem amor!
  20. 20. Samba-Enredo 2003 - ENREDO: "Omi" O Berço da Civilização Iorubá Água, Mocidade dá um banho de fé É paixão, é cultura, é axé Essa fonte de vida Gotas de amor, essência da criação A missão de criar, recebe Oxalá, então
  21. 21. Samba-Enredo 2004 - Enredo: "Do Além-Mar à Terra da Garoa, Salve esta Gente Boa" Sou desse chão Onde o mundo fez Morada para se refugiar Milhões de sonhos cruzaram o oceano No afã de encontrar Uma terra cheia de encan
  22. 22. Samba-Enredo 2005 - Samba Enredo 2005 "Clara, Claridade... Um Canto de Luz no Ylê da Mocidade" Intérprete Oficial: Daniel Collête Vestida de luz Lá vem a minha Mocidade Clareia... Abrem-se as portas do Òrun E no
  23. 23. Samba-Enredo 2006 - Das Lágrimas de Iaty surge o Rio, do Imaginário Indígena a Saga de Opara,Para os Olhos do Mundo um Símbolo de Integração Nacional: Rio São Francisco" Um grande rio as formou Pelas lágrimas de Iaty N
  24. 24. Samba-Enredo 2007 - Sou o riso dessa gente Faço a vida mais contente Tão inocente na criança a sonhar Um mundo de magia conquistar Batam palmas... No circo o show vai começar Trago a alegria em seu olhar Abram alas que o
  25. 25. Samba-Enredo 2008 - "Bem-vindo a São Paulo, sabe por quê? Porque São Paulo é tudo de bom!!!" Seja bem-vindo amor A Sampa, linda Terra da Garoa Terra futurista que o poeta vislumbrou Com sua ousadia e inovação Gigante qu
  26. 26. Samba-Enredo 2009 - Chegou Mocidade o grande dia Avante nossa família Que traz a chama da razão E faz brilhar nesta avenida A luz que ilumina cada ser É a fonte do saber Na religião, mistério e segredo... Unificação O Re
  27. 27. Samba-Enredo 2010 - (Refrão) Sou a luz do criador... Espelho! Aos olhos de quem me criou Sou mocidade amor... Bato no peito O sonho se eternizou Vai Morada Chegou a hora de ser feliz Refletindo na avenida A minha alma,
x

Conte para seus amigos as músicas que você curte

FECHAR

Playlist atualizada com sucesso!

Os programas existentes nesta playlist não podem ser salvos.

Apagar Todas
Comunicar erro

Sua senha é secreta. Nenhum funcionário do UOL está autorizado a solicitá-la.

© 1996-2013 UOL - O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados. Hospedagem: UOL Host