Letras / letra M / Martinho da Vila / Bacamartes Do Sergipe

Bacamartes Do Sergipe
Martinho da Vila

  • Autor: Adaptação De Martinho Da Vila
Alinhamento:
Corrigir letra

Aqui não tem areia
Areia só tem no mar
Chora nenem
Seu amor vai lher deixar
Oi deixa chorar
Pobre é quem nasceu sem sorte
Na maré do camarão
Quanto mais carinho faz
Mais recebe ingratidão
Oi deixa chorar
Aqui não tem areia...
Em Aguada no Sergipe
Vi cantar e vi chorar
Eram dois amantes juntos
Com pena de se partar
Ci, deixa chorar
Sinhá é hoje
Que a paia da cana voa
Sinhá é hoje
Que ela tem que avoar
Se lá no canavial
Ouvir um grito de dor
E depois uns choramingos
Foi a paia que voou
Sinhá é hoje...
Eu nasci com muita sorte
Na maré do caranguejo
Quanto mais amor eu faço
Mais aumenta o meu desejo
Quero ver queimar carvão
Quero ver carvão queimar
Quero ver queimar carvão
E a poeira levantar
O fogo quando se apaga
Na cinza deixa o calor
Meu coração tá quentinho
Porque é namorador
Quero ver queimar carvão...
Meu fogo quando se acende
No inverno faz calor
Seu coração é de outro
E eu não sei de quem eu sou
Quero ver queimar carvão...
Alinhamento:
Corrigir letra

Conte para seus amigos as músicas que você curte

FECHAR

Playlist atualizada com sucesso!

Os programas existentes nesta playlist não podem ser salvos.

Apagar Todas
Comunicar erro

Sua senha é secreta. Nenhum funcionário do UOL está autorizado a solicitá-la.

© 1996-2013 UOL - O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados. Hospedagem: UOL Host